Um pouco sobre minha propriedade, meu querer


trancados e coladinhos n o nosso quarto

dominatrixbrazil

JOÃO ALVES DA COSTA FOTO 2

João Alves da Costa nasceu a 21 de janeiro de 1948 em Lisboa, autor best-seller e escritor da Penthouse.com com 13 Networks Globais + 91 sites,especializado em Romantismo, Não- Ficção, Exposé a la  Tom Wolfe, 14 livros e 313 sites –blogs presentes nos cinco continentes.

Com estilo personalizado e emotivo de escrita , tendo Licenciatura em Filologia Germânica na Faculdade de Lisboa e 7 pós licenciaturas por uma bolsa FULLBRIGHT A-LEVEL pela Universidade do Kansas( campus em Lawrence), e segunda Bolsa FULLBRIGHT para Aústria em Salzburg no Leopold SchlossKroo, já em Lisboa torna-se jornalista diferente ( de investigação , de cunho literário e âmbito  social ) no DIÁRIO POPULAR e na tv, co-autor com  o mestre Francisco Nicholson da primeira telenovela portuguesa “VILA FAIA”, que competiu e superou em horário nobre com as poderosas novelas da Globo.

Antes de  “A BOLA “, jornal fundado por seu pai ,Aurélio Márcio, que…

View original post 334 more words

Advertisements

DOMINATRIX E ESCRAVO – ONDE (QUEM) COMEÇA A SERVIDÃO?


lovely atmosphere bee-hind closed doors where secrets and volitions remain so – consented guilts

dominatrixbrazil

RAINHA-7

Nada é mais emocionante do que saber da entrega mais profunda de um ser a nós , dominadores , donos, donas , rainhas .

Ultrapassa a fronteira física , beira a perfeição quando dois corpos se unem buscando na entrega de um e o domínio do outro a mais plena satisfação, gozo inexplicável para alguns, desejado por outros.

Tudo que se lê , se vê , se conhece e sabe perde o sentido pois cada momento se faz único, cada entrega é uma , não existe comparação , nem notas ou prêmios a serem disputados, o ser entregue se renova, se faz a cada novo dia ou noite que esta a nossos pés , cada momento é fascinante , há risos , lágrimas ,prazer , delírio .

Dor e prazer são levados a um patamar que não existe sem a combinação perfeita desses seres buscando o além , buscando o…

View original post 191 more words